anitta
A cantora fluminense Anitta (FOTO: Reprodução)

Após internautas fazerem pressão para que a cantora Anitta se manifestasse a respeito das questões levantadas no discurso do presidenciável Jair Bolsonaro, a cantora decidiu se posicionar sobre o assunto.

Na postagem publicada pela artista ela reitera que é uma mulher que nasceu pobre e na favela e que é contra qualquer ideia que não venha ao apoio destas questões.

“Eu nasci pobre e com muito esforço tenho conquistado meu caminho. Sofri por ser funkeira, favelada e ainda sofro por ser mulher. Eu não queria sofrer ainda mais com tanto ódio e ataques. Vivemos tempos difíceis e é esse o meu desejo. Qualquer coisa diferente do que citei acima não tem meu apoio, obviamente” explicou a cantora.

VEJA TAMBÉM: Em novo clipe, Wanessa e Lia Clark visitam político homofóbico no hospital

Confira a mensagem completa abaixo:

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Essa sou eu. Eu sou contra a violência, contra a discriminação de qualquer espécie. Sou contra o ódio e a intolerância. Sou a favor da igualdade de gênero, contra a homofobia e o racismo. Defendo a liberdade do outro de decidir o que fazer com seu corpo. Através da minha arte tento contribuir com o que posso para vivermos num mundo melhor e mais igualitário. Anos de trabalho na minha carreira de cantora em que apoiei de diversas maneiras as idéias que acredito não vão ser apagados por não querer me envolver com política, pelo menos não para mim. Eu sou brasileira e quero que nosso país melhore assim como cada um de vocês. Eu nasci pobre e com muito esforço tenho conquistado meu caminho. Sofri por ser funkeira, favelada e ainda sofro por ser mulher. Eu não queria sofrer ainda mais com tanto ódio e ataques. Vivemos tempos difíceis e é esse o meu desejo. Qualquer coisa diferente do que citei acima não tem meu apoio, obviamente. Respeitem o próximo e suas decisões. Isso sim vai ajudar a sermos uma sociedade tolerante. Nós somos esse país.

Uma publicação compartilhada por anitta ? (@anitta) em

“Essa sou eu. Eu sou contra a violência, contra a discriminação de qualquer espécie. Sou contra o ódio e a intolerância. Sou a favor da igualdade de gênero, contra a homofobia e o racismo. Defendo a liberdade do outro de decidir o que fazer com seu corpo. Através da minha arte tento contribuir com o que posso para vivermos num mundo melhor e mais igualitário. Anos de trabalho na minha carreira de cantora em que apoiei de diversas maneiras as idéias que acredito não vão ser apagados por não querer me envolver com política, pelo menos não para mim. Eu sou brasileira e quero que nosso país melhore assim como cada um de vocês. Eu nasci pobre e com muito esforço tenho conquistado meu caminho. Sofri por ser funkeira, favelada e ainda sofro por ser mulher. Eu não queria sofrer ainda mais com tanto ódio e ataques. Vivemos tempos difíceis e é esse o meu desejo. Qualquer coisa diferente do que citei acima não tem meu apoio, obviamente. Respeitem o próximo e suas decisões. Isso sim vai ajudar a sermos uma sociedade tolerante. Nós somos esse país” afirmou a cantora.

Antes de manifestar seu posicionamento sobre as questões citadas, a cantora chegou a ver dezenas de internautas lhe darem unfollow nas redes sociais (e inclusive fãs-clubes).

Anitta recebe unfollow de fãs-clubes e seguidores após polêmica sobre Bolsonaro

As redes sociais seguem em clima de guerra quando o assunto é a possível eleição de Jair Bolsonaro para a presidência do Brasil. Enquanto o candidato coleciona apoios de músicos como Pepê e Neném, Eduardo Costa e Gusttavo Lima, outros famosos já se manifestaram contra o presidenciável como Marcelo D2, Wanessa, Rogério Flausino e Pitty. Já nos últimos dias, com o crescimento de Bolsonaro nas pesquisas, os fãs de Anitta estão exigindo o seu posicionamento contra o político.

Tudo porque, a cantora ainda não se manifestou contra o candidato que já foi acusado de racista, misógino e homofóbico por causa de declarações polêmicas. Muitos fãs da artista são LGBTQ ou simpatizantes e desaprovam o discurso polêmico de Bolsonaro.

VEJA TAMBÉM: David Guetta confirma que parceria com Demi Lovato foi cancelada

No Twitter, diversos fãs avisaram: “Vocês sabem que a Anitta pode negar que vota no Bolsonaro e mesmo assim votar no escuro da urna né?”“Anitta pra variar um pouco, poderia se pronunciar sobre assuntos relevantes, tal como não apoiar um certo vocês sabem quem” e outro a defendeu, por fim: “ela nao se manifestar contra não quer dizer que ela é a favor, poxa.”

Muitos fãs ameaçaram boicotar shows, EPs e álbuns da cantora, mas até o momento, a artista ainda não se pronunciou sobre o assunto. Vale lembrar que ela já foi acusada de se apropriar da causa LGBT apenas por causa do pink money.

2 COMENTÁRIOS

  1. Se o elogio foi pretensioso visando os fãs da Anitta…dançou meu irmão…percebe-se que ela não deu nem papo. kkkkkkk

    • Se o elogio foi pretensioso visando os fãs da Anitta…dançou meu irmão…percebe-se que eles não deram papo.
      (corrigindo)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui