Britney Spears vem tendo uma vida difícil em 2019, mas sua mãe declarou agora que, apesar dos problemas, sua filha está indo muito bem.

Lynne Spears esteve em Thousand Oaks na segunda-feira – perto de onde Britney vive – e um fotógrafo perguntou se sua famosa filha realmente foi internada numa clínica psiquiátrica contra sua própria vontade. Nas últimas semanas, tem havido uma campanha nas redes sociais intitulada “Free Britney”, apoiando a narrativa de que Britney foi internada a força numa clínica pelo seu próprio pai.

Perguntada sobre o tratamento pelo qual Britney vem passando, Lynne se limitou a responder que a filha vem lidando com a situação de maneira “maravilhosa”.

VEJA TAMBÉM: Ludmilla revela a causa do seu problema na coluna

Lynne, que estava deixando uma loja de reparos no iPhone, ficou junto de Britney por mais de uma semana, e estaria se desentendendo com Jamie Spears, pai da cantora, que tem sido o tutor da artista há mais de 11 anos.

Britney Spears está tendo um ano bastante delicado. Seus remédios pararam de surtir efeito no início deste ano – medicamentos que puseram em xeque sua saúde mental – e os médicos tiveram dificuldade em encontrar uma nova combinação química que funcionasse.

Britney completou recentemente um período de 30 dias em uma unidade de saúde mental de Los Angeles. Ela agora revelou que estava sendo mantida na clínica psiquiátrica contra sua vontade. Segundo o TMZ, o pai da cantora Jamie Spears, não tem o poder de interná-la involuntariamente, e uma internação que pudesse manter alguém contra sua vontade em tais circunstâncias pode ser considerada um crime. Um detalhe importante é que ao longo da estadia de Britney na clínica de saúde mental a cantora tinha passagens do dia onde ela poderia ter fugido, mas não o fez.

O juiz do caso da tutela da cantora ordenou uma avaliação completa de Britney para determinar se a tutela deveria continuar. O juiz fará a decisão sobre o caso em setembro.