vitor guima
O músico paulista Vítor Guima (FOTO: Reprodução)

“O Estrangeiro”, álbum de estreia de Vítor Guima, foi lançado nesta sexta-feira (dia 19). O projeto conta com nove canções gravadas, mixadas e masterizadas no Estúdio Arte Master que flertam com o folk, rock e samba.

Vale ressaltar que o primeiro trabalho do artista, o EP “4 Baladas Vermelhas” (2014), foi eleito pelo site especializado Jardim Elétrico como o 10º melhor lançamento do ano.

O álbum conta com uma atmosfera existencialista e busca refletir sobre uma modernidade que parece estar deixando o estado líquido passando para um estado gasoso.

VEJA TAMBÉM: Di Ferrero lança primeiro EP da carreira solo; ouça “Sinais – Parte 1”

Entre os temas do disco estão a solidão, a fugacidade e efemeridade das relações contemporâneas e a busca de sentidos que orientem nossa existência. O álbum é produzido e arranjado por Eduardo Kusdra.

Cineasta, escritor e compositor, Vítor Guima tem na poesia e no folk os fios condutores de seu trabalho. Nesse primeiro disco, ele apresenta suas influências de escritores como Albert Camus, Fernando Pessoa e Charles Baudelaire, unindo-as a de compositores como Bob Dylan, Belchior, Joni Mitchell, Patti Smith e Lô Borges.

Ficha técnica: Voz: Vítor Guima Todos os instrumentos: Eduardo Kusdra Produzido & arranjado por Eduardo Kusdra. Gravado, mixado e masterizado no Estúdio Arte Master. Foto da capa: Lorenzo Scavone. Arte da capa: Lucas Leônidas & Vítor Guima. Edição de vídeo para Youtube: Tião Rocha.