paula fernandes
A cantora mineira Paula Fernandes (FOTO: Reprodução)

Paula Fernandes afirmou que consegue ver chances de ganhar um Grammy com sua versão de “Shallow”, canção de Lady Gaga para o filme “Nasce uma Estrela”. A cantora mineira gravou “Juntos” em parceria com Luan Santana, e falou das expectativas sobre o prêmio no The Noite, de Danilo Gentili.

Perguntada sobre o Grammy, afirmou: “Por que não? Seria muito bem-vindo”. Na conversa Paula Fernandes falou sobre o DVD Origens, que gravou recentemente, lembrou de sua vitória no Grammy Latino em 2016, na categoria Melhor Álbum de Música Sertaneja, com “Amanhecer” e se recordou também de sua infância.

VEJA TAMBÉM: Vídeos sensuais de Anitta são publicados em site pornô

“Uma vez minha mãe me deixou na feira, eu tinha 9 anos. Ela deixou ovos, queijo, a gente vendia de tudo. Quando ela voltou eu tinha vendido tudo e tinha comprado doces, bonecas, prendedor de cabelo. Gastei o dinheiro todo que ela ia demorar pra ganhar“, revelou.

Sobre “Juntos”, Paula diz que a canção ainda é bastante abordada. “Todo mundo falou de ‘Juntos e Shallow Now’. Nos ubers, as marcas… Ela teve essa força de unir as pessoas”. A cantora explicou algumas de suas escolhas na hora de compôr. “Se eu fizesse uma versão ao pé da letra não ia ficar tão poético. Não faltou palavra, foi uma escolha. Eu sabia que não ia agradar alguns. Mas, se eu tivesse feito tudo em português, não tinha feito o barulho que fez”. Por fim, respondeu às críticas pela canção: “As pessoas esperam que a gente inove. [Mas,] Se a gente traz algo original, vêm metralhar”.