luan santana
O cantor sul-mato-grossense Luan Santana (FOTO: Reprodução)

Numa entrevista à revista “Veja”, o cantor sul mato-grossense Luan Santana contou que se incomodou com os rumores envolvendo sua orientação sexual principalmente no começo da carreira: “Imagina um moleque de 16 e 17 anos tendo de enfrentar maldades. Surgiam comentários, mentiras, e eu chegava em casa passando mal. Falaram muita maldade de mim. Eu me incomodei tanto com os boatos de que eu seria homossexual que comecei a me questionar se me sentava de um jeito muito afetado, sei lá. Saíram boatos na imprensa, na TV. Mas sei que a homossexualidade jamais pode ser chamado de ofensa”, declarou o cantor.

VEJA TAMBÉM: Após show com arrastão e violência, Marília Mendonça cancela apresentação em Vitória

Luan Santana também afirmou que mesmo aborrecido com alguns boatos que são divulgados na imprensa sobre a sua vida pessoal, o músico entende que é normal esse tipo de curiosidade por parte do público. “Sabemos que existe uma idolatria que mexe com o imaginário das pessoas. Elas querem se sentir íntimas do artista. Conhecer e compartilhar cenas da vida pessoal dele faz parte desse carinho, enfim. Penso que muita coisa pode ser compartilhada. Posso dividir um pouco da minha vida com esse público que, de uma forma ou de outra, faz parte dela. É claro que haverá situações e fatos que ficarão preservados pela privacidade que todos nós devemos ter, e nem faz bem transformar nossa vida num espetáculo”, revelou.