pabllo vittar
A cantora maranhense Pabllo Vittar (FOTO: Reprodução)

A cantora maranhense Pabllo Vittar foi considerada como uma Líder da Próxima Geração pela prestigiada revista TIME, uma das mais influentes publicações do mundo.

O veículo levou em consideração o sucesso artístico da drag, mas também principalmente a ênfase de Pabllo Vittar na luta pelos direitos da comunidade LGBTQ+.

“Não é só a arte do drag, não é só ser artista LGBTQ, eu acho que a gente tem uma causa social muito grande, muito importante aí por trás”, declarou Pabllo num vídeo especialmente gravado para a revista.

Os rumos da política brasileira, hoje conduzidos pelo presidente Jair Bolsonaro, considerado um representante de passado homofóbico, também foram abordados pela TIME no bate-papo com Pabllo Vittar, que chegou a declarar: “Eu sinto vergonha em ser brasileira às vezes por causa desse presidente. As pessoas estão morrendo. As pessoas estão tendo suas casas e seus direitos tirados delas.

VEJA TAMBÉM: Rodrigo Gorky, hitmaker de Pabllo Vittar comenta suposta censura das rádios à cantora: “Momento estranho no país”

Como um artista, você tem esse dever de se posicionar sobre as coisas, e trazer junto com sua popularidade as mensagens que realmente importam. Se minha voz me coloca em uma posição de risco, vamos morrer tentando”, concluiu Pabllo Vittar.

Quero continuar indo em lugares que ainda não fui, que precisam dessa mensagem, desse brilho, desse conforto. Continuar fazendo minha música, levando essa mensagem e, quem sabe, até ganhar um Grammy“, concluiu a cantora.

Com canções mais agitadas, o lançamento da primeira parte do novo álbum da cantora, o “111”, acontecerá nas próximas semanas e terá seu primeiro EP disponibilizado no dia 1º de novembro, data do aniversário de Pabllo.

Leia a entrevista completa da cantora para a revista TIME clicando aqui.