Mon Laferte
A cantora chilena Mon Laferte (FOTO: Reprodução)

Os artistas ainda estavam chegando para a cerimônia de entrega do Grammy Latino, em Las Vegas, quando surgiu o primeiro protesto no tapete vermelho da premiação.

Em sua passagem pelo evento, a cantora chilena Mon Laferte exibiu os seios com a mensagem “No Chile, torturam, estupram e matam”. E no pescoço, a artista trazia um lenço verde a favor da legalização do aborto.

A cantora chilena Mon Laferte mostra os seios com a mensagem
Foto: BRIDGET BENNETT / AFP

Mon Laferte venceu a categoria de Melhor Álbum de Música Alternativa pelo disco “Norma”, na 20ª edição do Grammy Latino.

VEJA TAMBÉM: MC Gui é acusado de maltratar outra criança com câncer

Que emoção. [Obrigado] a minha equipe de trabalho, aos meus colegas por acreditar, mas principalmente ao público, às pessoas, aos fãs. Isto é para o Chile“, declarou ela no discurso de agradecimento pelo prêmio. A artista também chegou a ler uma nota a pedido de uma outra cantora chilena, abordando os atuais eventos sócio-políticos que acontecem no país.

Confira abaixo:

Norma Monserrat Bustamante Laferte, conhecida pelo nome artístico de Mon Laferte, é uma cantora e compositora nascida na cidade chilena de Viña del Mar, embora tenha feito a carreira no México. Na lista de seus hits de maior sucesso estão “Amor completo”, “Tu falta de querer”, “Mi buen amor”, entre outros hits.