Rennan da Penha
O DJ e produtor carioca Rennan da Penha (FOTO: Reprodução)

O DJ Rennan da Penha, precursor do Funk 150 BPM, não será solto nesta semana. A colunista Fábia Oliveira conversou com o empresário do artista, Billi Barreto, que explicou o motivo. “O pedido de soltura está na mesa do juiz para ele autorizar, mas nesta quinta-feira tem um evento do Poder Executivo que envolve a Plataforma dos Ministérios e dos Tribunais e não vai haver expediente em Brasília. A decisão não vai ser tomada essa semana”, contou. 

Assim como o ex-presidente Lula, o DJ que é idealizador do ‘Baile da Gaiola’ foi beneficiado com a soltura após o Supremo Tribunal Federal (STF) decidir derrubar as prisões em segunda instância. A decisão aponta que um condenado mantém o direito de esperar em liberdade a decisão definitiva da Justiça depois de todos os recursos cabíveis se esgotarem.

No final de outubro, o músico foi premiado no 26º Prêmio Multishow. Rennan da Penha, de 25 anos, conquistou o troféu Canção do Ano pela canção “Hoje Eu Vou Para a Gaiola”, que produziu em parceria com MC Livinho. O DJ segue preso desde abril, depois de ser condenado a seis anos de detenção por associação ao tráfico.

VEJA TAMBÉM: MC Gui é acusado de maltratar outra criança com câncer

Na premiação, sua esposa Lorena foi receber o troféu ao lado do empresário do artista, Leleco, e do assessor Timotinho.