Paula Fernandes e Luan Santana
Os cantores Paula Fernandes e Luan Santana (FOTO: Reprodução)

Numa entrevista reveladora dada ao jornal O Estado de S. Paulo nesta semana, a cantora Paula Fernandes comentou sobre alguns assuntos polêmicos da sua carreira. Entre os temas, a artista mineira relembrou quando começou a cantar, a fase em que teve depressão e sua parceria com Luan Santana. O bate-papo aconteceu com o jornalista Julio Maria, na websérie “Na Variant”. 

Depois de se relembrar de histórias das suas primeiras viagens a trabalho, com a Brasília azul do pai e também a falta de dinheiro que a mãe enfrentava, Paula deu seu pitaco sobre o ambiente sertanejo. Vale ressaltar que, quando a cantora alcançou projeção nacional, o mercado musical era predominantemente feito de artistas homens.

Culturalmente, as mulheres sofrem preconceito desde que o mundo é mundo, independentemente da área. Não vou dizer que (o sertanejo) era machista mas, sim, predominante masculino. Antigamente, quando eles contratavam a mulher para os shows, achavam que compravam a mulher junto. Os pais não viam com bons olhos as meninas que queriam sair de casa pra seguir o sonho. Ou era um marido que tinha ciúmes. A mulher atual encarou o preconceito e venceu. Eu sou uma delas”, afirmou Paula. 

Paula comentou de maneira franca também sobre a fase que sofreu depressão. A cantora cogitou o suicídio contudo, hoje, acredita que a doença foi uma das melhores coisas lhe que ocorreu, pois acabou lhe ajudando a se reerguer com mais força.  

Minha mãe me salvou quando eu pensava em morrer. Ela disse ‘você pode  até pular, mas eu vou primeiro, não aguentar viver sem você’. Minha mãe foi minha própria vida. Hoje eu me olho no espelho me amo muito mais”, recordou Paula.

Durante a entrevista, a artista sertaneja confirmou que realmente desde a parceria com Luan Santana em “Juntos”, os cantores não retomaram o contato. Apesar da ausência do cantor no dueto para a gravação de seu DVD, Paula Fernandes revela que não guarda mágoas do artista e que, com certeza, voltaria a cantar com ele. 

VEJA TAMBÉM: MC Gui é acusado de maltratar outra criança com câncer

Na hora que a pessoa [Luan Santana] falou que não ia, foi como se eu tivesse sido abandonada no altar. Não guardei mágoa, estou super bem com essa história. Os memes foram a melhor coisa que poderia acontecer em um lançamento de música. Viralizou de uma forma que depois que passou o meme, a música bombou”, revelou Paula Fernandes.

“Juntos”, vale ressaltar, é uma versão aportuguesada da canção “Shallow”, de Lady Gaga e também é a música mais premiada da história mundial. Paula se recordou da aprovação da letra pela própria cantora norte-americana.

Eu escolhi o ‘Juntos e Shallow Now’. Poderia ter escolhido um milhão de coisas, mas a partir do momento em que a Lady Gaga me aprovou quem é que pode discutir. Pra mim a aprovação dela, sem mudar uma vírgula, vale mais que um “I love you” (em português, eu te amo)”, disse Paula.