daniela mercury
A cantora baiana Daniela Mercury (FOTO: Reprodução)

O bailarino Marcos Paulo dos Santos, que participou do clipe de “Samba Presidente”, de Daniela Mercury, foi assassinado na periferia de Salvador, no subúrbio ferroviário, na madrugada desta quinta-feira (dia 5).

O jovem que tinha somente 18 anos, foi alvejado por tiros de um carro que atirava de maneira aleatória. De acordo com informações do portal G1, a polícia local informou que as vítimas não possuem antecedentes criminais.

O caso será investigado pela Polícia Civil. Daniela Mercury se manifestou através de sua assessoria sobre o caso.

Eu sinto muitíssimo a morte precoce de um jovem de 18 anos. Eu não conheci Marcos pessoalmente, mas vi as imagens de quando ele fez uma participação no lyric vídeo de Samba Presidente! O lyric vídeo não teve a minha participação. Escolhemos colocar a drag queen Petra Peron para me interpretar. Marcos tinha uma elasticidade impressionante e muito talento para dançar. Estou muito sentida. Mas há também algo que temos que falar: Os assassinatos de jovens negros e pobres no Brasil têm números alarmantes e precisamos acabar com isso. É um massacre o que acontece nesse país com a população negra. Eu me coloco, como sempre me coloquei, à disposição para participar dessa luta no Brasil. Não podemos fingir que não estamos vendo. É revoltante ver isso, ver o sofrimento da família de Marcos. Sinto muito mesmo e espero que o assassino seja identificado e preso. Um beijo especial para a mãe dele e para toda família”.

VEJA TAMBÉM: MC Gui é acusado de maltratar outra criança com câncer

Relembre o clipe com a participação de Marcos abaixo:

Em tom de protesto e deboche, Daniela Mercury lançou na última semana, o clipe da sua nova canção, “Rainha da Balbúrdia”. Usando da crítica social, Daniela Mercury tenta mostrar que usar a arte é uma das melhores maneiras de protestar.